100 Grandes Maravilhas do Mundo. Parte 11

50. Peterhof .

No passado, era a residência imperial. Pérola Russa barroca. Peterhof (em russo:Петерго́ф – Petergof; originalmente Peterhof, que em alemão significa “Corte/Jardim de Pedro) é um conjunto de palácios e jardins, distribuidos sob as ordens de Pedro, o Grande, e por vezes chamado de “Versailles Russo”.

 Fica situado nas proximidades de uma cidade de 82.000 habitantes com o mesmo nome, a cerca de trinta quilómetros da antiga capital russa, São Petersburgo (20 km a Oeste e 6 km a Sul), com vista para o Golfo da Finlândia, um braço do Mar Báltico. Assim como todo o Centro Histórico de São Petersburgo, o palácio do Peterhof faz parte do Património Mundial da UNESCO.

49. Borobudur .

Esta stupa budista é o maior monumento budista do mundo. Stupa em si representa o esquema do universo.

Situa-se na parte central da ilha de Java, aproximadamente a 40 km ao noroeste da cidade de Yogyakarta, um dos centros de cultura javanesa tradicional. Atualmente é a atração turística mais popular da Indonésia. Foi construído no século VIII, originalmente como um templo hindu.

48. Milford Sound . 

É considerado um dos mais úmidos lugares do planeta. Aqui cai chuva cada dois dias. Este é um lugar único, com flora e fauna especiais.

É o principal ponto turístico natural da Nova Zelândia.O fiorde se encontra no segundo ponto mais pluvioso do mundo e tem seu ponto culminante no Pico Mitre, a 1.692 metros de altura.É o mais famoso dos 15 fiordes que compõem o Parque Nacional de Fiordland, que está sendo analisado para se tornar parte da lista de Patrimônios da Humanidade da UNESCO.

47. Giants estrada .

A estrada é uma série de colunas de basalto, o número total dos quais é 40 000. Igual ao maior altura de 12 metros. Esta forma incomum de pilares formados através de um erupções vulcânicas antigas.

Localizada no nordeste da Irlanda do Norte , cerca de três quilômetros ao norte de Bushmills. A estrada, bem como a costa do Causeway Coast, onde ele está localizado, foi declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 1986 , e um parque nacional em 1987 pelo Departamento de Meio Ambiente da Irlanda do Norte

46. ​​Mesquita de Córdoba .

Catedral católica romana na Espanha. A maior mesquita de tempos antigos até o século XIII.

A catedral é um exemplo da fusão entre a cultura islâmica e cristã. A mesquita foi consagrada como catedral cristã no mesmo ano em que Córdova foi reconquistada, em 1236.

Anúncios
Esse post foi publicado em 100 Grandes Maravilhas do Mundo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s