Cemitérios no Monte Everest

Grupo de alpinistas no Everest passou por cadáveres insepultos espalhados por lá,  Alguns deles cairam e quebram os ossos, alguns morreram de frio por ficarem fracos e congelaram.
O que pode dizer sobre a moralidade a 8.000 metros acima do nível do mar? Aqui é cada um por si, apenas para sobreviver.

 E agora eles são um lembrete de que nem tudo está nas mãos do homem.

Estatísticas não há nenhuma, porque a subida basicamente é muito selvagem, e de pequenos grupos de três a cinco pessoas. E o preço da subida é paga com a vida.  Assim, estão lá na guarda eterna do monte, aproximadamente foi deixado lá cerca de 150 pessoas, talvez 200. Entre estes estavam dois russos. A partir do Sul, há cerca de dez anos.

O monte não perdoa erros e a indiferença humana!  em 1996, um grupo de alpinistas da Universidade japonesa de Fukuoka escalou o Everest. Muito perto de sua rota encontraram três alpinistas em perigo da Índia – magros, as pessoas quase congeladas pediu ajuda, eles tiveram que subir alta altitude para escapar da tempestade, os japoneses continuaram. Quando a equipe japonesa retornou, então não havia ninguém para salvar , todos congelados.

Alega-se cadáver dos alpinistas que conquistaram a primeira Monte Everest, morreram na descida.
 Em 1924, Mallory e seu sócio Irving começaram a subir. A última vez que eles foram vistos com binóculos nas nuvens apenas 150 metros do cume. Então entre as nuvens os alpinistas desapareceram.
Os exploradores  tropeçam em cima de muitos corpos mortos nos últimos 5-10 anos. Entre eles encontram-se Mallory. Ele estava deitado de barriga para baixo, como se estivesse tentando abraçar a montanha, cabeça e mãos estão congeladas na encosta.
Parceiro de Irving não foi encontrado,A corda foi cortada com uma faca e, possivelmente, Irving deixou seu  companheiro morto em algum lugar abaixo da encosta.

 Retirar os alpinistas mortos ninguém vai, os helicóptero não podem subir a uma altura tal e arrastar as carcaça de 70 a 90 kg não é altruísta. É mentir aos alpinistas insepultos nas encostas.

É melhor morrer assim com honra, que ser atropelado por um bêbado.

Anúncios
Esse post foi publicado em Esportes. Bookmark o link permanente.

9 respostas para Cemitérios no Monte Everest

  1. Ulysses disse:

    Tem um provérbio Bíblico:"Melhor o cão vivo do que o leão morto"

  2. Tem outro Japonês:"Mais vale morrer de pé que viver sempre de joelhos."Grato pela visita.. 🙂

  3. Super Anonimo disse:

    prefiro esse:prefiro morrer do que perder a vida!u.u

  4. Sr. Peixer disse:

    tanta coisa para se aventurar… isso não passa de uma roleta russa…. qual o sentido de se estar no ponto mais alto do mundo todos os dias milhares de pessoas voao em altitudes bem maiores sem tantos riscos…essas pessoas arriscaram suas próprias vidas só não acho que a recompensa dos que voltam seja la proporcional ao risco assumido!!só acho só!!

  5. Sr. Peixer:Eu faço trilha de Moto, claro que nem chega perto dos riscos acima, mas em parte da para eu entender essas pessoas. Leia issso: http://www.avidabloga.com/2013/03/o-primeiro-alpinista-conquistar-o.html"As pessoas têm algo em comum: são todas diferentes.Obrigado por comentar sucesso… 🙂

  6. nardobizunga disse:

    acho q quem faz isso assume o risco, entao não dá pra ter pena

  7. Info Tiago disse:

    cara pirei nas fotos e nas histórias citadas acima, Ao Sr.Peixe digo que cada um tem algo a conquistas na vida, alguns se contentam com uma moto ou carro do ano e um bom salário outros já pensam diferente… querem conquistas a Montanha mais alta do mundo. P estes eu tiro o chapéu pois Carro do ano bilhões de pessoas tem, agora uma foto no topo do Evereste é pra poucos. Estive recentemente na Bolívia e subi uma montanha a 3.890 acima do mar, a dificuldade pelo rarefeito e frio já é gigante, fico imaginando a mais de 7500 q é no Everest. abraços

  8. Info Tiago disse:

    Sensacional, tenho certeza q muitos dos que morreram ai viveram mais feliz e realizado do que muita gente q fica atrás de emprego top, carro do ano, mulheres lindas e blablabla… É roots! Live Hard – Die Hard

  9. Info Tiago:Penso como você, isso é ter uma morte digna. Prefiro morrer assim que nas mãos de um vagabundo ou um motorista bêbado. Grato por comentar… Ps: em falar nisso caso queira publicar suas imagens das suas viagens aqui, a hora que quiser só falar. Sucesso ai…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s